Rio Grande

Saúde

Audiência do Ipê Saúde termina com agendamento de reunião com presidente do Instituto

Por Redação , 14/09/2018, 15h07

Na tarde desta quinta-feira (13) a Câmara Municipal de Vereadores de Rio Grande recebeu uma audiência pública para tratar sobre o aumento nos valores pagos pelos optantes do Ipê Saúde no estado. O encontro teve como proponente o vereador Rogério Gomes, do PPS, e contou com a presença de usuários que buscam uma solução para o aumento repentino proposto pelo Instituto.

O reajuste de 113% ocorreu no mês de julho e de acordo com o gerente de relacionamento com o usuário do Ipê Saúde, Ronaldo Borges, o principal fator de motivação das alterações é a necessidade de uma atualização no valor-base que era aplicado desde o ano de 2004. “Viemos a Rio Grande para ouvir os usuários e os vereadores, mas é importante que se saiba que os valores aplicados estão inalterados há 14 anos, o que torna os valores extremamente baixos” completou.

Em Rio Grande, o número de contratos ativos de optantes pelo Ipê Saúde chega a 391. De acordo com o vereador Rogério Gomes, que solicitou a audiência pública, o número deve ser multiplicado se levar em consideração o número de dependentes. “Estimo que esse número chegue a quase mil beneficiários, afinal os titulares tem direito a aplicar o plano ao cônjuge e aos filhos. Portanto, com um aumento tão alto e repentino, o impacto na vida financeira das famílias seria extremamente prejudicial”, explicou o parlamentar.

Na audiência, os vereadores e os usuários foram ouvidos, assim como o representante do Ipê Saúde. Uma nova reunião ficou agendada para o dia 27 de setembro, em Porto Alegre, com a presença do presidente do Ipê Saúde, João Gabbardo. No encontro, estarão presentes duas comissões: uma formada por vereadores e outra por usuários.

Foto: Guilherme Rajão/Grupo Oceano

Voltar Topo