Rio Grande

Fatalidade

Incêndio na Rua Pandiá Calógeras deixa uma vítima fatal

Por Guilherme Rajão , 11/10/2018, 14h03

O incêndio em uma residência localizada na Rua Pandiá Calógeras, no bairro São João, deixou uma vítima fatal na madrugada desta quinta-feira em Rio Grande. Osvaldo Pereira de Sena, de 88 anos, tentou sair da residência em que morava, nos fundos da casa de seu filho, mas acabou carbonizado. O filho da vítima tentou salvar o pai, mas teve que ser internado na Santa Casa do Rio Grande com queimaduras de 2º e 3º graus.

Osvaldo havia sofrido um acidente vascular cerebral (AVC) há cerca de três meses e tinha dificuldades de locomoção. De acordo com familiares, ele era fumante, mas após ser afetado pelos problemas de saúde, o único filho decidiu evitar o uso do cigarro com medo de que algo acontecesse por um descuido. Na tarde de quarta-feira (10), Jorge (filho da vítima) o levou no Hospital Universitário Miguel Riet Corrêa Jr. (HU-FURG), e lá acredita que Osvaldo tenha conseguido um cigarro que teria sido a causa do início do fogo durante a madrugada.

"Ele não queria morar conosco. Sempre quis morar sozinho, então colocamos ele nessa casa que fica nos fundos da nossa. Durante a madrugada ouvimos ele gritar pelo Jorge (filho) e então quando saímos para a rua vimos que o fogo estava muito alto. O Jorge até tentou entrar na casa, mas se queimou todo e o pai dele já estava caído no chão da sala" disse Maria, nora da vítima.

O combate ao fogo foi realizado pelo Corpo de Bombeiros de Rio Grande e contou com dois veículos e sete profissionais que estavam de plantão. Após a extinção das chamas, o local foi isolado até a chegada do Instituto Geral de Perícias, que efetuou a retirada do corpo.

Foto: Nathalia Farias/Grupo Oceano

Voltar Topo