Patati Patatá lança música com Tiago Abravanel

12/12/2019 08:32

A dupla de palhaços Patati Patatá fechou parceria com grandes nomes da música nacional para lançar um EP de Natal. O clássico “Noite Feliz”, gravada em parceria com Tiago Abravanel, será o primeiro lançamento do projeto e estará nas principais plataformas digitais nesta sexta-feira (13). As outras canções, gravadas com o cantor Daniel e com a cantora gospel Aline Barros, serão lançadas na próxima terça-feira, dia 17 de dezembro. De acordo com a Rinaldi Produções, responsável pela dupla de palhaços, as canções ganharam arranjos contemporâneos e mais alegres, com o objetivo de agradar a todas as idades, não apenas as crianças.

“Nesse projeto de músicas natalinas o objetivo principal é reunir a família, não sendo canções apenas para a criança, mas para todos. Quisemos convidar pessoas que tem, assim como o Patati Patatá, uma carreira de prestígio, são admiradas por todas as classes e queridas pelas famílias brasileiras”, afirma Igor Faria, atual presidente da Rinaldi Produções, sem no entanto adiantar o título das músicas gravadas com o cantor sertanejo e a estrela gospel.

Há 34 anos no mercado, a Rinaldi Produções trabalha focada em trazer novos projetos para os fãs. Em 2019, um dos mais movimentados para a produtora, teve a estreia dos Patatoons, que é a dupla em um novo formato, com episódios lançados no YouTube. Também teve a parceria com a Chaim Entretenimento na realização do “Comer”, um almoço com Patati Patatá, no Paris 6 Burlesque. Além disso, a dupla estreou um show de Natal, apresentado em suas arenas circenses!

Marcia Fellipe revisita a carreira no álbum “Retrô”

06/12/2019 08:26

Ex-integrante de bandas como Garota Safada e Aviões do Forró – e atualmente desenvolvendo carreira solo de sucesso –, a cantora Márcia Fellipe acaba de promover lançamento do álbum “Retrô”, em que revisita as faixas que mais cantava nos shows do início de sua trajetória musical.  O novo projeto, que celebra os 15 anos de carreira da artista, foi gravado ao vivo em outubro, no La Maison Coliseum, em Fortaleza.

Ao todo, são 21 faixas, que transitam por todas as fases da carreira de Márcia Fellipe, incluindo os singles que ficaram registrados nas passagens pelas bandas Aviões do Forró, Furacão do Forró, Garota Safada e Forró do Muído, e outras que  fazem parte de sua carreira solo. “A ideia foi juntar as músicas que nossos fãs curtem muito. Como havia muitos pedidos para os shows, eu achei bacana reunir toda essa história num DVD para a turma curtir em casa ou nos seus momentos preferidos, ao amanhecer, ao anoitecer, ao namorar, com a família ou os amigos, ouvindo as músicas que são marcantes na nossa trajetória profissional”, diz a cantora manauara, que escolheu Fortaleza como cenário porque lá sempre foi bem acolhida pelo seu público.

Forte nas redes sociais, Marcia Fellipe está entre os artistas do forró com mais visualizações no YouTube – mais de 780 milhões. Mais: no Spotify, apenas o hit “Quem Me Dera”, misto de forró e funk em parceria com Jerry Smith,  acumula mais de 100 milhões de streams.

Confira o repertório completo de “Retrô”:
1 – Se Quer Saber
2 – Ela Não Sabe
3 – Tudo pelo seu amor
4 – Ponto de Partida
5 – Mais Que Isso
6 – Sou Fiel / O Drama (medley)
7 – É Meu Jeito (Se Você Sair) / Na Cama Só Vai Dar Nós Dois (medley)
8 – Tá Tolando Zum-zum-zum / Pense o Que Quiser de Mim (medley)
9 – Quatro Sorrisos
10 – Se Tivesse Cuidado
11 – Escravo do Amor / Tentativas em Vão (medley)
12 – Jeito Safado / Sem Graça e Sem Jeito (medley)
13 – Agora Quem Não Quer Sou Eu / Por Amor (medley)
14 – Primeiro Passo / Você nunca me amou / O que é que eu vou fazer (medley)
15 – Começo de Tudo
16 – Orgulho te Faz Refém
17 – Já Faz é Tempo
18 – Lábios Divididos / Diga Sim Pra Mim / Louca (medley)
19 – Você Vai Ver / Volte Amor (medley)
20 – Locutor / Fui Fiel (medley)
21 – Ninguém Vai Separar / Faz um Coração aí (medley)

Luiz Carlos da Vila é homenageado em show no Rio

28/11/2019 08:49

Se vivo, o famoso compositor e sambista Luiz Carlos da Vila estaria completando 70 anos. Autor de clássicos imortais como “O Show Tem Que Continuar”, “Oitava Cor” e “Além da Razão”, o artista, falecido em 2008, será homenageado pelo grupo Galocantô com o show Luiz Carlos da Vila 70, no Theatro Net Rio, dia 11 de dezembro. O espetáculo será um mergulho na vida e obra do bamba. Além do repertório totalmente dedicado ao mestre, o show contará com exposição fotográfica de seu acervo, apresentação do escritor e historiador Luiz Antonio Simas, autor da biografia “Princípio do Infinito – Um Perfil de Luiz Carlos da Vila”, além das participações de Moyseis Marques e Moacyr Luz, contemporâneo e parceiro do artista.

O show marcará também apresentação de duas músicas inéditas de Luiz Carlos da Vila, guardadas a sete chaves e gentilmente cedidas ao grupo pela família do sambista. Inspirado pelo convite em participar da homenagem, Moacyr Luz também compôs música em homenagem ao amigo, que será apresentada pela primeira vez ao público. O espetáculo será gravado em áudio e vídeo e será lançado nas plataformas digitais no primeiro semestre de 2020.

“No início dos anos 2000, a roda do Galocantô dava seus primeiros passos na Lapa. Desde o início, tivemos o privilégio da presença do Luiz no nosso dia a dia. Até que, em 2005, enquanto nos preparávamos para gravar o primeiro disco, ganhamos de presente 4 músicas dele. Uma delas foi “Eminência Negra”, que virou uma espécie de hino particular nos nossos primeiros anos, e teve a participação do Diogo Nogueira, registrando sua primeira gravação da carreira. Desde então sempre estivemos conectados. Até que, no fim da vida, ele nos presenteou com a música “O Galocantô”, uma de suas últimas composições. Hoje, cantar e homenagear Luiz Carlos da Vila é uma das razões de existir do Galocantô”, afirma Marcelo Correia, violonista do grupo.

Se vivo, o famoso compositor e sambista Luiz Carlos da Vila estaria completando 70 anos. Autor de clássicos imortais como “O Show Tem Que Continuar”, “Oitava Cor” e “Além da Razão”, o artista, falecido em 2008, será homenageado pelo grupo Galocantô com o show Luiz Carlos da Vila 70, no Theatro Net Rio, dia 11 de dezembro. O espetáculo será um mergulho na vida e obra do bamba. Além do repertório totalmente dedicado ao mestre, o show contará com exposição fotográfica de seu acervo, apresentação do escritor e historiador Luiz Antonio Simas, autor da biografia “Princípio do Infinito – Um Perfil de Luiz Carlos da Vila”, além das participações de Moyseis Marques e Moacyr Luz, contemporâneo e parceiro do artista.

O show marcará também apresentação de duas músicas inéditas de Luiz Carlos da Vila, guardadas a sete chaves e gentilmente cedidas ao grupo pela família do sambista. Inspirado pelo convite em participar da homenagem, Moacyr Luz também compôs música em homenagem ao amigo, que será apresentada pela primeira vez ao público. O espetáculo será gravado em áudio e vídeo e será lançado nas plataformas digitais no primeiro semestre de 2020.

“No início dos anos 2000, a roda do Galocantô dava seus primeiros passos na Lapa. Desde o início, tivemos o privilégio da presença do Luiz no nosso dia a dia. Até que, em 2005, enquanto nos preparávamos para gravar o primeiro disco, ganhamos de presente 4 músicas dele. Uma delas foi “Eminência Negra”, que virou uma espécie de hino particular nos nossos primeiros anos, e teve a participação do Diogo Nogueira, registrando sua primeira gravação da carreira. Desde então sempre estivemos conectados. Até que, no fim da vida, ele nos presenteou com a música “O Galocantô”, uma de suas últimas composições. Hoje, cantar e homenagear Luiz Carlos da Vila é uma das razões de existir do Galocantô”, afirma Marcelo Correia, violonista do grupo.

Esta será o segundo trabalho do Galocantô celebrando Luiz Carlos. Em 2016, o grupo lançou o aclamado DVD “Galocantô canta Luiz Carlos da Vila”, que terá parte de seu repertório resgatado no novo espetáculo, além de versões que ficaram de fora na ocasião. Um dos convidados para a show, Moacyr Luz fala sobre a emoção de homenagear o amigo. “Durante muito tempo tive uma relação diária com o Luiz. A gente se identificava não só pela música, mas pela maneira de viver, pelos hábitos e espiritualidade. Quando recebi o convite para a homenagem, estas lembranças vieram à tona e, junto delas, a inspiração para compor em homenagem a ele. Fiz primeiro a letra, sozinho em um quarto de hotel, as palavras vinham de uma tristeza por não tê-lo mais comigo. Depois fiz a música, pensando no caminho melódico que ele percorria. E foi assim, tentando tirar de mim este vazio pela ausência dele, que nasceu a música”, revela , emocionado, Moacyr Luz.

O cantor e compositor Moyseis Marques, que já gravou “Profissão” e “Oitava Cor”, de Luiz Carlos, em seu primeiro e segundo álbum, respectivamente, conta a influência do sambista em sua obra e amadurecimento. ” Por também ser da Vila da Penha, aprendi com Luiz que era possível ser artista vindo de onde viemos. Desde antes de eu gravar meu primeiro disco, ele me puxou pelo braço e apresentou a boa parte do mundo do samba, criando laços fundamentais na minha carreira. Luiz uniu lirismo à boa malandragem como nenhum outro”.

Anitta lança faixa com Lexa, Luisa Sonza e MC Rebecca

21/11/2019 09:02

O segundo lançamento do projeto “Brasileirinha”, da cantora Anitta,  acaba de ser disponibilizado no ambiente digital pela Warner Music e reúne a artista e três convidadas na gravação da faixa “Combatchy”. Anitta reuniu um time de peso para estar com ela na faixa, no clipe e no palco da festa que leva o mesmo nome da canção: Lexa, Luísa Sonza e MC Rebecca. A Festa Combatchy, realizada dia 19 de novembro no Espaço das Américas (São Paulo), teve no palco as quatro cantoras e mostrou em primeira mão, para os presentes, o videoclipe da faixa, postado no YouTube. “Eu estou muito feliz em ter conseguido unir esse time de mulheres tão fortes, empoderadas e cheias de atitude para estarem nessa música comigo. São meninas que, como eu, atuam no funk e no pop. Poder trocar uma experiência que foi cheia de diversão e bons momentos no set de filmagens e no grupo de WhatsApp que criamos foi incrível!”, pontua Anitta sobre a parceria. O vídeo de “Combatchy”, que em poucas horas alcançou 1,5 milhão de views,  uniu as quatro cantoras, cada uma interpretando uma personagem, e as colocou em um “confronto” inesperado, alusivo ao título da canção.

Wallace Viana, produtor que é parte do coletivo Hitmaker, responsável pela faixa, conta sobre a ideia da super colaboração: “sentei com André Vieira, Breder e Romeu, e escrevemos pensando em cada voz, em cada personalidade e é claro, no verão! Numa música agitada, contagiante, divertida e a cara do carnaval. Apresentamos à Anitta e na hora ela já animou, somou ideias e demos start na produção”. De música para o verão, Anitta e o coletivo Hitmaker entendem. Na última temporada, os produtores musicais bombaram com faixas para Lexa, Luisa Sonza e vários cantores e cantoras do segmento pop/funk. Já Anitta, liderou as paradas com “Terremoto” e “Bola Rebola”.

Sobre a parceria e o convite, MC Rebecca pontua: “que alegria estar neste projeto! É sem dúvida um passo importante na minha carreira. E também muito feliz de estar com estas três mulheres lindas e talentosas! Mas o meu salve mesmo vai para Anitta, que leva o funk brasileiro para o mundo e também sempre atenta o que está acontecendo aqui no Brasil. Luísa Sonza também falou sobre a alegria de participar do projeto: “tá sendo incrível tudo isso, a parceria com essas meninas ficou incrível e ter sido convidada pra cantar com gente que sou fã, admiro e além de tudo tenho uma amizade é incrível e gratificante demais”.

Mundo da Música

As novidades e todas as notícias do mundo da música estão aqui.

Outros Blogs

Voltar Topo