Rio Grande

Unidade

6º Batalhão de Polícia Militar completa 84 anos

Por Redação , 06/04/2020, 15h18

O 6º Batalhão de Polícia Militar (BPM) comemora nesta segunda-feira (6), 84 anos de atividades na área da segurança pública. A unidade é formada por quatro Companhias Operacionais e executa a missão constitucional de Polícia Ostensiva e preservação da ordem pública nas áreas urbanas, rural e balneária dos municípios do Rio Grande, São José do Norte, Santa Vitória do Palmar e Chuí.

Devido à pandemia de Covid-19, todos os eventos que fariam parte das comemorações da data foram cancelados. Segundo o Major Anderson Castro, Subcomandante do 6º BPM, as ações serão realizadas assim que passar esse período de isolamento.

“Todas nossas atividades de comemoração foram canceladas, a intensão é realizar depois desse período de isolamento. Esses 84 anos mostra a nossa importância junto à comunidade, nossa unidade trabalha forte em prol da sociedade. Inicialmente o batalhão foi criado para dar segurança ao nosso porto, agora nossa responsabilidade é maior, temos 4 municípios para prestar segurança pública”, disse Castro. 

História

Com a finalidade de guarnecer e policiar o único porto marítimo do Estado, em 6 de abril de 1936, pelo Decreto Lei nº 6197, era criada a Companhia de Guardas na cidade do Rio Grande, sendo seu primeiro Comandante o Capitão PM Júlio Machado e tendo sua sede instalada provisoriamente no cais do porto. Originou-se primeiramente da 3ª Companhia do 4º Batalhão de Infantaria Montada, fração esta destacada em Rio Grande e cuja sede do Batalhão em Pelotas.

No dia 15 de novembro de 1941, foi inaugurado o novo quartel da então Companhia de Guardas na Avenida Honório Bicalho, nº. 20, onde permanece até hoje.

Em 12 de junho de 1970, baseado no Decreto nº 20.237, de 10 de junho do mesmo ano, o Batalhão sofreu a última modificação do seu nome, passando de 4º para 6º Batalhão de Polícia Militar. A denominação ” 6º ”  teve objetivo de manter o histórico do OPM, uma vez que a mesma foi a sexta unidade da corporação a ser criada, sendo seu patrono o Coronel Claudino Nunes Pereira.

Imagem: Divulgação/6º BPM

Voltar Topo